sábado, 18 de julho de 2009

Ser fiel envelhece?

Esse é, para mim, o outro lado da velha frase "casamento engorda".
Por que casamento engorda? Por que nos acomodamos, óbvio demais. Relaxamos. Não estamos mais tentando conquistar ninguém. Mas deveríamos, não é mesmo? As mulheres casadas se arrumam mais para as outras mulheres do que para si mesmas ou para o marido. Sempre vejo isso. E já fiz isso também, não vou negar.
Ano passado, resolvi realizar um sonho de menina... ter um cabelão. Meu cabelo nunca cresceu muito, é ralinho... coloquei um megahair. Meu Deus, o que isso fez com minha auto-estima vocês não têm ideia!!! Minha vida revolucionou total! Tinha passado anos sendo mais mãe do que mulher, meio desleixada comigo mesma, e eis que minha cabeça deu um giro de 180 graus só por causa de um cabelo...
O cabelo foi a espoleta. Coloquei para fora toda uma sensualidade que estava apagada pela maternidade. Por que depois que a gente é mãe, fica um tempo à base de ternura... O filho ocupa todo o espaço na vida emocional, e pra mim isso foi meio gritante durante anos.
Voltei a me sentir um ser, digamos, sexuado. Até a vida sexual deu uma esquentada.
Mas foi quando ressurgiu um caso do passado que me senti realmente viva de novo. Me senti uma menina novamente. Parece que todos aqueles anos devotada a um lar, marido, filha, etc, tinham feito envelhecer o meu outro lado, o lado mulher.
Isso se refletiu em todas as faces da minha vida. Senti mais vitalidade em tudo. Mais cor. Achava que depois dos 40 começava a "descer a ladeira". Não é verdade! Mas eu precisei que ressurgisse uma pessoa do "além" pra me fazer ver isso!
Senti que não precisava ser fiel pra sentir amor por meu marido. Afinal, sempre achei que sexo e amor não precisam estar grudados. Na verdade, senti que podia amar dois homens ao mesmo tempo! Loucura! Um pra cama, outro pra mesa... Foi melhor que plástica!
E agora, que apesar de toda a loucura, continuo sendo fiel, tou sentindo isso... uma dúvida... ser fiel envelhece?
Beijos!

5 comentários:

Mulherzinhas disse...

Muito interessante...fiquei casada por 10 anos e sei do q vc está falando...não podemos deixar morrer esse lado sensual...mas ideal q seja com o marido...difícil! bjs Luanna

Anônimo disse...

intiresno muito, obrigado

Anônimo disse...

Favor, fidelidade não mata ninguém, mas infidelidade....

Anônimo disse...

O meu marido me tratava muito melhor qdo era CORNO; podem acreditar...

Anônimo disse...

Para que elas te guardem da mulher alheia, da estranha que lisonjeia com as suas palavras.
Porque da janela da minha casa, olhando eu por minhas frestas,
Vi entre os simples, descobri entre os moços, um moço falto de juízo,
Que passava pela rua junto à sua esquina, e seguia o caminho da sua casa;
No crepúsculo, à tarde do dia, na tenebrosa noite e na escuridão.
E eis que uma mulher lhe saiu ao encontro com enfeites de prostituta, e astúcia de coração.
Estava alvoroçada e irriquieta; não paravam em sua casa os seus pés.
Foi para fora, depois pelas ruas, e ia espreitando por todos os cantos;
E chegou-se para ele e o beijou. Com face impudente lhe disse:
Sacrifícios pacíficos tenho comigo; hoje paguei os meus votos.
Por isto saí ao teu encontro a buscar diligentemente a tua face, e te achei.
Já cobri a minha cama com cobertas de tapeçaria, com obras lavradas, com linho fino do Egito.
Já perfumei o meu leito com mirra, aloés e canela.
Vem, saciemo-nos de amores até à manhã; alegremo-nos com amores.
Porque o marido não está em casa; foi fazer uma longa viagem;
Levou na sua mão um saquitel de dinheiro; voltará para casa só no dia marcado.
Assim, o seduziu com palavras muito suaves e o persuadiu com as lisonjas dos seus lábios.
E ele logo a segue, como o boi que vai para o matadouro, e como vai o insensato para o castigo das prisões;
Até que a flecha lhe atravesse o fígado; ou como a ave que se apressa para o laço, e não sabe que está armado contra a sua vida.
Agora pois, filhos, dai-me ouvidos, e estai atentos às palavras da minha boca.
Não se desvie para os caminhos dela o teu coração, e não te deixes perder nas suas veredas.
Porque a muitos feridos derrubou; e são muitíssimos os que por causa dela foram mortos.
A sua casa é caminho do inferno que desce para as câmaras da morte.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails