domingo, 18 de julho de 2010

Spitting Fetish (Fetiche por Cuspir)


"Olá amiga, sigo o seu blog há algum tempo, nem sempre sou um comentador assíduo, mas a questão que vou colocar é de importância vital para mim.
Ando de namorico com uma mulher casada (já transamos 3 vezes) e existe uma química muito grande. Na última vez que transamos, no calor dos lençóis, entre beijos molhados, cuspi-lhe na boca (com bons modos, asseguro-te), mas, para lhe mostrar toda a minha cumplicidade, beijei-a em seguida. Finalizei gozando na sua boca, tendo ela por opção engolido algum sêmen.
Dias mais tarde, por escrito, confessou-me que naquele dia esteve para acabar tudo, e só não o fez pelo fato de ter percorrido 700 km (ida e volta) para estar com ela. Suas palavras foram estas:
'Depois de um beijo delicioso você comete um grande erro... cospe-me na boca ... odiei... isso é o que fazem aos cachorros como que a mostar quem é o dono. Se não fosse por ter vindo de tão longe para estar comigo, a brincadeira tinha acabado mesmo ali... arrefeci. Claro, a partir dali, a cabeça não parou mais de funcionar...'
Esta questão me perturba, uma mulher que não tem nojo de nada, engole o sêmen, gosta de lamber o ânus e tem uma saída destas. Me diz, isto é normal? Você acha que feri de sobremaneira a dignidade da moça? É importante para mim o que lhe vou dizer porque estou com problemas de consciência.

Contudo, vou adiantando pra você o seguinte, acho que agi normalmente, porque acho que o ato de cuspir suavemente na boca da mulher, onde há uma química, representa uma atitude de cumplicidade e entrega total. Não fiz nada de errado, ao contrário, me entreguei por completo, dividindo com esta moça minha saliva, meu sêmen, pelo seu corpo obviamente com sentimentos envolvidos naquele momento."
Resposta da Mulher de 40
Quando a química com outra pessoa é grande, nos deixamos levar pelo "calor da hora" e soltamos nossas fantasias, às vezes extrapolando e ferindo os sentimentos do parceiro. Acho que deveria pedir desculpas a ela e conversar um pouco sobre o que aconteceu, mas pessoalmente, olho no olho, e talvez até brincar com o que houve, para que não sobrem vestígios de mágoas ou ressentimentos. Descubra o que mais ela gosta ou não na cama, se quer levar esse relacionamento adiante.
No sexo, muitas vezes somos ambíguas, como no caso dela, que engole seu sêmen e não gosta que lhe cuspa na boca. Às vezes transamos por pura necessidade fisiológica e nem beijamos na boca, o que só é gostoso de fazer com quem estamos apaixonadas. São coisas de quem separa sexo e amor, o que é, na minha opinião, uma opção bem normal, embora bem mais comum entre os homens. Analise bem o seu caso e veja o que realmente está por trás dessa atitude dela.
Encontrei um texto bem esclarecedor sobre Fetiche por Cuspe. Lá, afirma-se que "O Spitting Fetish (fetiche por cuspir) tem seus seguidores. (...) seus praticantes comparam o jato de saliva ao ato amoroso, algo entre um beijo molhado e a ejaculação facial." E que "...Entre os Massaï, os homens cospem nas amadas. É um elogio, uma prova de carinho e afeto." Mas também é comentado o fato de que cuspir tem seu lado sado-masoquista, o que talvez tenha assustado sua parceira.

9 comentários:

Tahh Frechh disse...

Eitaaa, a gente acha que conhece de tudo... mas há sempre algo que consegue nos surpeender...
Nunca tinha ouvido falar desse fetiche! Interessante e um pouco estranho confesso...
=X

Lena disse...

Olá Mulher,
Você disse tudo!
Ninguém é obrigao a achar tudo normal, cada um de nós tem os seus conceitos.
Uma pessoa pode achar normal deixar-se lambuzar pelo semen do parceiro e ao mesmo ter nojo de colocá-lo na boca. Qauntos homens fazem questão que a parceira engula o seu semen e depois por nojo não são capazes de beija-la e sentir o seu próprio gosto.
No caso dessa postagem, acho que é uma questão cultural, mais o que uma questão erótica. Pelo relatao ela sente-se bem dando prazer ao parceiro, mas por questões culturais, achou-se ofendida, encarando a situação com um desprezo.
Cuspir em direção a uma pessoa pode dar a entender: você não vale nada! Tal qual dois um ofendido reage ao ofensor.
BJOS
Lena

Mulher de 40 disse...

O autor do email informa que não tem fetiche nenhum por cuspir na boca, aconteceu por uma vez, e foi espontâneo.
Grata.

Queen B. disse...

Se um cara fizesse isso comigo, acho que eu faria igual. Ou na hora mesmo, eu perguntaria o que foi aquilo.. Enfim, coisas "estranhas" assim, acho que o parceiro ou a parceira tem que perguntar pro outro se gosta ou não..

MUlherzinhas disse...

Vou confessar q não curto isso não, acho estranho, mas é isso mesmo q vc falou: somos ambíguas

bjs

Amabilis disse...

Meu parceiro fez isso comigo, mas no calor da hora deixei passar. Ele estava muuuuuito excitado e estávamos numa posição que adoramos. Dai ele cuspiu,mas eu não falei nada. Apesar dele naquela hora estar me dando muito prazer, achei incoveniente, já transamos a mais de um ano e isso nunca havia acontecido.

Anônimo disse...

Pois eu iria adorar. Também tenho esse feitiche. Passei a ter depois de encontrar um cara cujo o corpo encaixou com o meu de forma q nuncatinha encontrado. Ele pediu pra experimentar cmg e eu deixei. Adoro novas eexperiências. E até hj nos encontramos e a satisfação e o prazer e o carinho e a amizade são sentimentos notáveis.

Anônimo disse...

|Depois de 19 anos me reencontrei com meu primeiro namorado da adolescência, ambos estamos separados. Transamos por duas vezes e logo na primeira percebi que ele tem esse fetiche de cuspir, confesso que estranhei mas não tive nojo completamente. Ja na segunda vez estávamos tomando cerveja e ele tomou um gole e me beijo enchendo minha boca. Digo cara vc é muito louco, mas não tenho nojo dele.

Fran bezerra disse...

Olá, quero confessar que experimentei que meu parceiro cuspice na minha boca na que estamos transando...confesso que i meu meu tesão aumento mais ainda. Pq será que este ato me excita tanto?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails