sábado, 19 de setembro de 2009

Mulher de 40 entrevista @Jackelineaguiar

Nome completo: Jackeline Aguiar
Natural de: Ribeirão Preto, morando em Americana
Idade: 25 anos
Signo: peixes
Profissão: auxiliar administrativa (estudante de publicidade)
Estado civil: solteira

Como minha memória às vezes falha, não lembro se a conheci primeiro no Twitter ou no seu blog, onde ela se define, entre outras coisas, como "Impulsiva, romântica, enfia o pé pelas mãos, manda tomar no cú e depois sai correndo pedir desculpas. Já quis ser modelo, já quis ser atriz, já achou que era uma ótima cantora. Só percebeu que deixou de ser adolescente quando foi a um show da Avril Lavigne e se viu rodeada de garotinhas de saia e gravata."
Como se sentiu quando chegou aos 25 anos?
Comecei a pensar que ainda tinha um monte de coisas a realizar. Bateu um medinho por achar que estava "deixando o tempo passar", mas logo a gente se encaixa e a preocupação volta ao normal. Também comecei a olhar para trás e perceber que desperdicei certo tempo com receios sem fundamento. Estou tentando mudar isso, ainda chego lá.

O que acha que mudou em seu corpo, em sua saúde, em sua disposição?
Não senti muita diferença. Meu corpo vem mudando há algum tempo desde que decidi deixá-lo como eu queria... rs, sem dúvida estou bem melhor hoje, e pretendo me sentir assim quando fizer trinta.

E quanto ao sexo, acha que mudou, melhorou, piorou... ?
O sexo pra mim é condicionado ao amor. Se não estiver amando, nada de sexo. Também não posso fazer grandes comparações, apesar do assunto ser bastante abordado no blog, só tive um parceiro, que era meu namorado na época e comecei a vida sexual bemmm tarde.

Fale sobre homens, namoros, casamento e/ou relacionamentos, etc
Minha vida amorosa sempre foi uma bagunça. Acredito que é melhor sofrer sozinha que sofrer junto. Não nasci para aguentar uma relação em que a pessoa se entrega pela metade. Não que precise de grandes turbulências, não é nada disso. Mas não tenho paciência para certas coisas e meus relacionamentos costumam durar bem pouco. Por exemplo, meu ex-namorado era cheio de mimimi, se eu chegasse do trabalho e não ligasse pra ele, era motivo para briga. Se entrava em um lugar em que ele estivesse e olhasse ou cumprimentasse alguém antes de ir falar com ele, o mundo acabava. Era doida por ele, mas essas pequenas coisas foram me enchendo. A gente brigava por tudo e eu tinha que adivinhar o motivo de tanta birra. Eu amo, mas apesar disso não sei virar uma doida varrida. Sou carinhosa, romântica, mas não exageradamente. Do tipo que invade o espaço do outro. Consequentemente, não me dou bem com homens que agem assim. Minhas amigas costumam dizer que quem ama perdoa, ou come um caminhão de merd**, vai ver que nunca amei. Já me desesperei por causa dos fracassos, achei que morreria sozinha, mas eu tenho só 25 né? rs bobagem.

Fale sobre amizades, lazer, hobbies, manias
Preservo muito minhas amizades, as vezes me dou demais ou ignoro minhas vontades para não decepcionar. Já tentei agir de forma diferente, mas não consegui. Tenho alguns bons amigos e os preservo. A gente precisa de um amigo para cada situação. Aquele que come lanche, que vai pra balada, que gosta de cinema, que liga sempre, que troca e-mails. Neste quesito, estou muito bem servida...Neste momento meu único lazer e hobbie é o blog. O Doces ou travessuras tem tomado muito tempo meu. Eu gosto, me dá calma, me deixa feliz.

Se pudesse voltar aos 15 ou 20 anos, o que faria diferente?
Eu não daria tanta importãncia a opiniões destrutivas vindas de seres infelizes.

Como espera chegar ... aos 30? Aos 40?
Espero ter realizado mais da metade das coisas que planejo até os trinta. Isso inclui natal em Nova Iorque, show do Linkin Park, duas tattoos, pós-graduação, escrever em uma revista famosinha, falar três idiomas, ter um namorado e etc... quero ter realizado quase todos os meus desejos secretos até os quarenta, isso inclui o casamento, a Maria Eduarda e o João Vítor....rsrsrsrsrsr.

Dê o seu recado para os homens, ou dica.....
Homens, quando uma mulher disser não, é não. Ela não está com medo de nada, apenas não quer você. Conversem e pelo amor de Deus, se for só pra dar umazinha, apenas pegue de jeito. Não precisamos de promessas que não serão cumpridas. Se não quer ligações de uma doida varrida no dia seguinte, não prometa nada.

2 comentários:

Mulherzinhas disse...

Muito legal a entrevista.

beijos meninas

Mike Fratelli disse...

Acompanho o Blog da jack e acho ela uma baita mulher , grande escritora tem um blog dinamico é fantásticoe a entrevista so prova que ela é tudo que fala que é, ou seja , autentica ...
Beijo..

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails