sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Um dia ele chegou tão diferente...

Valsinha
Vinicius de Moraes - Chico Buarque/1970

Um dia ele chegou tão diferente do seu jeito de sempre chegar
Olhou-a dum jeito muito mais quente do que sempre costumava olhar
E não maldisse a vida tanto quanto era seu jeito de sempre falar
E nem deixou-a só num canto, pra seu grande espanto convidou-a pra rodar

Então ela se fez bonita como há muito tempo não queria ousar
Com seu vestido decotado cheirando a guardado de tanto esperar
Depois os dois deram-se os braços como há muito tempo não se usava dar
E cheios de ternura e graça foram para a praça e começaram a se abraçar

E ali dançaram tanta dança que a vizinhança toda despertou
E foi tanta felicidade que toda a cidade se iluminou
E foram tantos beijos loucos
Tantos gritos roucos como não se ouvia mais
Que o mundo compreendeu
E o dia amanheceu
Em paz

E não é com isso que todas as mulheres sonham? Que um dia ele chegue diferente e a olhe - e veja - de um jeito muito mais quente? A mulher é como uma flor, que deve ser regada todos os dias. Eu sempre reguei meus relacionamentos de todas as formas. Mas quando é só uma pessoa que faz isso, não funciona. A acomodação, partindo de qualquer um dos lados, sempre contamina os dois. E a gente vai deixando de lado os pequenos gestos de atenção, os pequenos carinhos, as pequenas delicadezas que conquistam.

Fazemos anos e anos as mesmas coisas... quando finalmente nos damos conta de que não têm retribuição, sentimo-nos vazias e sozinhas. E o relacionamento vai para o espaço. Mentiras, traições, desatenção, descrença. Não posso me culpar por tudo. Tentei ser uma pessoa melhor, uma mulher menos chata, tentei silenciar minhas TPMs e tentei até "esquentar a relação". Mas um casamento não é algo para se levar sozinha nas costas.

O que as mulheres querem? Colocar seu vestido decotado cheirando a guardado de tanto esperar... um olhar de desejo incontido... uma atitude inesperada. Querem ser vistas como mulher e não como esposa-mãe-companheira-etc. Querem sair da rotina. Querem romance. E romance não é só trazer flores no aniversário ou no dia dos namorados, romance é tentar ver a pessoa de novo como se fosse a primeira vez.

Será que algum homem imagina o que seja isso? Ou é só um sonho das mulheres? Casamento é isso mesmo? Ou pode ser diferente? Continuo me perguntando. Acho que muitas mulheres por aí estão se perguntando. E você?

2 comentários:

Solange disse...

O @mulhernãopresta disse outro dia que temos que fazer a nossa parte.Concordo.Mas e quando fazemos a nossa parte(comparecendo no marido),mesmo depois das outras partes já todas executadas(como donas de casa,mãe,operária) e ainda assim nada acontece?temos o direito adquirido então de dar um salto?

Mulher de 40 disse...

Na verdade deveríamos é criar coragem de dar um pé na bunda desses preguiçosos...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails