sábado, 19 de junho de 2010

Amizade virtual - 2


Faz muito tempo já que minha vida virtual é muito mais movimentada do que minha vida real. Esta, mergulhou em uma rotina, um marasmo, muitas coisas ruins acontecendo, muita necessidade de mudanças e pouca coragem, depressão, enfim... Aquela, a virtual, cheia de amigos, que fazem mil e um elogios quando apareço, que tentam levantar meu astral quando estou triste e também pessoas que, ao lerem meus queixumes, se identificam comigo e até me procuram para trocar experiências.
Você começa a conversa. Geralmente há uma troca intensa de DMs no Twitter, depois adicionamos no MSN. Aí vem a decepção. Alguns passam uma tarde inteira conversando, e depois nunca mais voltam a falar com você. Sempre estão "ocupados". Por que deixam o MSN aberto se estão "ocupados"? Para mim parece que estão dizendo "Não me chame". Eu, quando não quero conversar, fico off.

Sou do tempo do... "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas." (Antoine de Saint-Exupéry)
Mas parece que as coisas são muito rápidas e efêmeras... ainda não sei bem lidar com isso, pois sou do tempo em que amigos eram eternos... tenho muitos que, apesar de não manter contato diário, passam os anos e a amizade é a mesma!
Os homens, na maioria das vezes, estão interessados em cantadas baratas ou em trocar confidências sexuais. O que até me diverte rsrsrs... Os casados, todos conversam somente por DMs, e muitos já sofreram crises de ciúme em casa por causa de conversas de internet. (O que me dá mais convicção ainda de que casamento é uma hipocrisia, já que aqueles que defendem o casamento fazem escondido aqui o que a esposa não aprova...)
As mulheres normalmente se aproximam para dar uma força em horas difíceis ou para trocar experiências sobre casos complicados. Outro dia um homem me disse que "Mulher, quando se reúne é pra fazer fofoca ou concurso de sofrimento" - estávamos falando sobre salas de professores, e lá isso é real mesmo. Mulher tem atração por figurinhas difíceis! Mas são as que melhor sustentam a amizade. Uma delas tem sido muito presente para mim, é uma espécie de alma gêmea...
E existem também os anjos do Twitter, pessoas que sempre lembram de você! Ele alimentam minha alma com um simples "Olá"! Com esses, eu gostaria de poder sentar pra tomar um café algum dia...
O fato é que ninguém gosta de pessoas com problemas, todos preferem pessoas divertidas. Muitas vezes estou lá embaixo e entro no Twitter falando muita bobagem, as arrobinhas pipocam e eu fujo do meu mundo real. Me sinto acarinhada por pessoas dos mais variados lugares do país. Tenho vários amigos com quem converso virtualmente todos os dias, e meu grande prazer é ver "@" deles lembrando de mim quando não entro no Twitter.
Por outro lado, tenho certeza de que é uma espécie de fuga para mim tudo isso, porque deixei de fazer muitas coisas para estar na internet. Deixo de estar com as pessoas reais do meu dia a dia. Talvez seja só uma fase, uma espécie de válvula de escape para tanta pressão que tenho sofrido. Já me disseram até que falar demais de nossos problemas os alimenta ao invés de resolvê-los. Isso também me fez pensar.
E você, o que pensa sobre amizade virtual? Acha verdadeira ou simples passatempo?
(Em tempo: não deixem de ler os comentários, que muito me emocionaram!)

39 comentários:

Mulherzinhas disse...

Eu tenho uma relação interessante com a internet e com as redes. Tenho alguns amigos e amores que saíram do mundo virtual e se tornaram reais. Alguns (amizades e amores) não duraram e outros permanecem. Acho q é como acontece na vida real mesmo, nem sempre ficamos ao lado de quem queremos ou nem sempre queremos ficar ao lado de quem nos quer.
Mas eu particularmente estou equilibrada entre viver meus momentos de internautas e os meus aqui no meu mudinho de 'Ana'. Como disse um leitor eu sumo e apareço no twitter e no blog, mas sempre que apareço tento interagir.

Amizades são amizades. Independentes d onde surgem e o tempo que duram.

Beijos

Anônimo disse...

Pelo menos em nossas vidas virtuais somos parecidos.

Sou tímido e realmente não levo jeito pra discussões acaloradas (perco a paciência e parto pra agressão).. por isso, criei um perfil onde eu podia falar tud o que pensasse, sem me preocupar em se rejeitado, reprimido ou magoar alguém. Demorei um tempo pra perceber essa diferença entre o Perfil da internet e a pessoa que eu era off line...

Criei um perfil pra me esconder mas acabei descobrindo que eu me escondia atras da minha personalidade da vida real. A pessoa conectada, que fala o que pensa é o eu real. Descobri que era online que eu podia ser totalmente verdadeiro... Se fosse assim na vida real, nem emprego eu arrumaria...

Descoobri que eu não criei uma personalidade virtual pra proteger a real. Eu criei uma real pra proteger quem eu era e este só se ibertou na internet.

As relações com os outros, virtualmente, são assim. Virtuais.

Igual a vc, deixo de fazer coisas pra ficar na internet. mas penso o oposto. Minha vida real é uma eterna fuga, reprimindo minhas vontades e desejos. Escondendo qeum eu sou. isso é a fuga. Na internet, eu me liberto, sou quem eu sou, seja o sujeito político ou o sujeito pervertido...

@sexlibertino

tico litlle disse...

EU JA CRIEI UM MUNDO*...VEJA LA NO MEU BLOG E VERÁS! BJS

Blog do Land.Nick disse...

Amizades! Amizades fazem bem! O grande Vinícius já disse que poderia suportar a perda de seus amores, mas não suportaria a perda de seus amigos! E ele estava certo!
O problema é que os amigos "reais" se dispersam! Com o tempo, mudam de cidade, tomam novos rumos e perdemos o contato com eles! É triste!
No mundo virtual é diferente! Arranjamos amigos que praticamente todos os dias se reunem numa sala, para conversar,trocar idéias! E não é raro surgirem afinidades maiores, e uma ou outra amizade para a ser algo mais! Passa pela fase da paquera, pela fase do namoro e as vezes até se transforma em amor! Amor à distância? Sim! Porque não! Amor é amor em qualquer circunstância! E o amor virtual passa a ser tão real, que deixa marcas profundas quando acaba! Quem viveu isso, sabe do que estou falando!
E tenho uma teoria: No mundo virtual, não há solteiros, separados, viúvos ou casados! Há pessoas em busca desse pássaro fugidio, que se chama felicidade!
Classificar amores/amizades virtuais, como "válvula de escape", fuga da rotina é tentar rotular uma coisa que é mais profunda! Que venham outras opiniões!

Mariana Cardoso disse...

Querida. Eu compreendo perfeitamente.
Na verdade, você é uma das pessoas que corro e mando um e-mail sempre que tenho dúvidas.Talvez seja mais fácil conversar com alguém que não esteja diretamente envolvido com os nossos problemas. A vida de todo mundo é repleta de problemas e pelo aqui online... somos livres de tabus, felizes por natureza e amigos para sempre.

Leda Bianca disse...

Nossa vc disse tu, tbm me sinto assim... muitas vzs deixai de fazer coisdas, ir a lugares ´so prs ficar no twitter, não sei pq mas me sinto mais á vontade com pessoas que não conheço... me sinto mais livre pra falar o que penso sem ofender niguém e sem ninguém para me julgar...


adorei o texto... =)*

Solange disse...

Pois eu,também tenho altos e baixos.Também acho chato que fica ocupado maior tempão...então basta teclar invisível,é mais educado.Mas muitas pessoas da minha cidade,acabo conhecendo pessoalmente com o passar do tempo,pois aí que a amizade se fortalece.E uma coisa que faço de coração é tentar ajudar,ouvir.Já tive uma amiga,dessas confidentes nos assuntos mais FDp,que chegou pensar em se matar.Pense na minha angústia pela distância.Mas hoje depois da maré ruim,está vivendo um grande amor e feliz!Isso me deixa muito feliz junto!
Mas Tem os homens também.Uns escancaram logo a intenção.Outros vão pela beirada,até se revelarem,mas 80% quer mesmo sexo virtual,falar sacanagem.Pelo menos os que eu conheço kkk
Mas acredito que dá pra conhecer muita gente bacana,inteligente e fazer amizades que com o tempo se tornam tão fortes quanto às pessoais.

LEO disse...

Eu acho bacana essa relação contemporânea - virtual.
Porém, complicadas de se manter.
as @delicinhas entram conversam e somem...ai vc nao sabe bem o porq!
BJSSS
LEO
Boa semana!

LEO disse...

Opa em algum momento agente se perdeu!
ler essa delicia de Blog e fundamental!
levando o banner para postar no
SeximaginariuM
BJSSS
LEO
Boa semana!

Quessa disse...

Infelizmente, com o passar dos anos, acabamos nos deixando envolver pela rotina, pela preguiça e pelos eventuais problemas que enfrentamos.
Isso acaba por nos afastar dos amigos, que também encontram as mesmas dificuldades.
Pessoalmente, não sou de falar muito, entretanto, procuro não perder o contato com os amigos, sejam eles virtuais ou não.
Talvez o mais legal de ter amigos é saber que eles estão lá. E que se a gente falar com eles eles falarão conosco.
Na internet descobri pessoas que não tive oportunidade de descobrir fora do mundo virtual, e sinto uma afeição por elas que às vezes até me deixa confuso, pois a grande maioria eu sequer vi ou ouvi pessoalmente.
De qualquer forma, amigos são um tesouro que devemos guardar bem guardado no coração.
É isso.
Beijo pra você, minha amiga virtual!

MikeChadway disse...

Não tenho dúvidas que amizades virtuais são verdadeiras, mas são verdadeiramente virtuais. Explico, acho que devemos entender o mundo virtual como meio e não como fim em si. É um meio de ampliar nossos horizontes, ampliar o alcance de nossas idéias, um meio de nos expressarmos preservando nossa intimidade. O problema, a meu ver, é quando esse mundo virtual toma mais importância na vida do que o mundo real. Ele não deve substituir o que vc é ou o que vc faz, mas complementá-lo e facilitá-lo, nem que seja como mero entretenimento.
Pelo seu relato, acredito que esteja realmente em um momento complicado da vida e que use sua vida virtual como instrumento de fuga, tome cuidado com os limites.
Eu mesmo adoro muito as possibilidades da vida virtual e se deixar solto correria o risco tremendo de misturar demais as coisas, então criei uma milícia mental pra não me deixar atrapalhar minha vida pessoal, familiar e profissional.
Espero que vc encontre seu equilíbrio também!
Beijos!

Flávio Siqueira disse...

Eu, iniciei minhas amizades virtuais quando entrei para no orkut, em 2005, tive as mais variadas espécies de amizades: a de um momento, como voce cita no texto, as de alguns dias, aquelas que querem ouvir conselhors, aquelas para quem eu pedia conselhos... e os mais importantes os que perduram até hoje. Sim, estamos em 2010 e mantenho amizade virtual desde 2005, são amigas e amigos que acompanho os principais momentos de felicidades e tristezas, como acontece na vida real. Nessa eu tenho muitos colegas, até porque seleciono bem meus amigos, que são poucos, mas beeem antigos.

Acho que independente do virtual ou do real, para a amizade ser verdade, há de existir sintonia, cumplicidade e empatia.

Lucia gnemmi disse...

O ser humano está cada dia se isolando mais, tendo a cada dia menos confiança um no outro. As relações são baseadas em necessidades ( necessito de uma mulher bonita para exibir), (necessito de um homem rico que pague minhas contas), ( Necessito de uma mulher para ter filhos e a sociedade não descobrir que sou bissexual)...As relações reais são quase inexistentes, as virtuais são frágéis, sem calor, sem interesse real, predominando o sexo virtual... uma porcaria. Os homens tem o orgão sexual saliente, portanto fácil a masturbação, depois disso não querem mais nada, na maioria das vezes. A mulher tem seu orgão sexual numa reêntrancia , apesar do clitóris ser a essência, a mulher precisa de mais tempo. Não só isso, ela precisa do toque, carícias, carinho, mimos e beijos...Somos uma geração de deprimidos, solitários, ardilosos, mentirosos com deficiência profunda emocional.
Abraços

Anônimo disse...

Olá
Parabés, concordo plenamente!
No Virtual você sempre é a pessoa que vive dentro da sua casca realistica.
No seu caso, vc é a mulher de 40 e eu sou o 40tão!

Aparecido disse...

Comecei a ler e fui resumindo mentalmente uma super análise psico-terapeuta-motivacional quado, de repente, você mesma apresentou todas as respostas:

" ninguém gosta de pessoas com problemas, todos preferem pessoas divertidas. "

Nada mais a dizer!

Ella Fachin disse...

Olá minha querida!
A finalidade das redes sociais são para nos relacionar,interagir, é uma diversidade cultural imensa, portanto, esse é o sucesso do Twitter na minha opinião. O mundo virtual eu vejo como uma ¨Fogueira¨, uns se queimam e outros não, devemos tomar cuidado e saber selecionar.

Grande beijo da amiga, Ella.

DriPaulo disse...

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas." (Antoine de Saint-Exupéry)


Me emocionei, me vi aqui... nas palavras tão cheias d sentimento. Estamos todos vivendo num mundo tão complexo vejo eu.... tantas surpresas boas (amizades e amores) e tantas ilusões e desilusões...
Como vc tbm tenho encontrado e trocado novas experiencias com nossos amigos virtuais e tbm penso se não estou viciada neste mundo. Mas hoje diante da vida atribulada que levo... é sim aqui entre meus queridíssimos amigos virtuais que passo algumas horas me divertindo, rindo mesmo... e aprendo com cada um.

Você é um ser especial!

Deus te ilume sempre em todo seu camainho,

Beijo carinhoso,

DriPaulo

*Me vez chorar! :>))

Celia Brandão disse...

Cara amiga de twitter , seu post me fez pensar novamente que somos sós e que o outro é um companheito de nossa solidão. No meu blog há um video sobre internet e psicologia que está também no Youtube. Falo um pouco desse assunto lá. amizade virtual, amor virtual sào relações preservadas do face a face. Em um mundo de imediatismos nào se investe em relações a longo prazo.Como você disse aprendemos a nos satisfazer com um @ ou no melhor das hipóteses com um sexo amigo. quando a idade avança aprendemos a conviver com essas experi6encias esporádicas de companhia. creio que o que permeia as relações hoje entre outras coisas é o medo. Espero sua visita no bloh http://celiabrandao.wordpress.com

Le Ogre disse...

Viver não é facil pequenina...

na vida real ou na virtual... as amizades de verdade serão para sempre... mesmo você não conheçendo a pessoa ou não tendo visto mais que algumas fotos. ou vivendo todos os dias e tocando carinhos e abraços... as amizades sempre prevalecerão.
Prevaleça assim sobre os seus problemas assim como a amizade prevalece sobre os que aparecem... e ai sim se sinta vitoriosa.

um dos que adorariam sentar pra tomar um café contigo..

fica com Deus pequenina... minha nobre Dama de 40 =]

Flávia disse...

Concordo com a Célia quando diz que acabamos sendo companheiros de solidão. Mas, não sou diferente aqui do que sou na vida real. Me sinto na vida real e apesar de ainda não ter acontecido, acho perfeitamente provável conhecer os amigos virtuais pessoalmente.

Beijo grande ;)

Maria Amora disse...

Amiga,
Há 13 anos atrás enderecei um email errado e só fiquei sabendo qdo recebi um Re:. Depois aconteceu novamente e à partir daí, iniciei uma grande amizade que dura até hoje. Contamos um ao outro tudo q nos acontece, e sempre fomos muito verdadeiros um com o outro, ouvindo e trocando confidências. Nessa época eu não era uma mulher sozinha, vivia com meu marido e 2 filhos adolescentes ou seja uma vida movimentada.
Hoje é muito diferente. A internete me coloca no mundo e rodeada de pessoas. Adoro isso! Uma vida social a um clic de distância. Ao contrário do que vc diz, farejo pessoas que estão tristes tanto quanto busco as muito leves e engraçadas. Fico muito feliz quando sei que dei uma palavra amiga que ajudou alguém,

Atualmente arrumei uma filha adotiva, a @Nadiavida. Tenho um carinho enorme por ela e ontem nos falamos por telefone pela primeira vez. Fiquei super emocionada. Não entendo nem busco entender. Considero tudo sentimento.
Estamos vivendo uma época de mudanças comportamentais, estamos no "olho do furacão", estamos inaugurando a era digital. E os solitários estão menos sós... e as possibilidades de encontro são infinitas. Melhor não analisar... e aproveitar.
Um carinho

@Dra_do_Amor disse...

Eu já havia comentado logo depois das Mulherzinhas, mas deu problema na confirmação, eu perdi tudo aí só voltei agora.

Enfim, pra mim, o virtual é uma mera extensão do real onde eu apenas continuo sendo quem e como sou, com as mesmas qualidades e defeitos, cometendo os mesmos erros e acertos. Tanto é que as emoções que sinto no virtual são idem às que sinto no real diante das situações, amigos, amizades, etc.

Quanto às pessoas com quem convivo, vejo que muitas exigem de nós mais do que estamos dispostos a dar, outras que fazem da vida e da amizade uma grande barganha onde você só vai com ela conforme cede algo à ela pra ganhar este espaço e outras que sequer notam que você existem. Tem também as que almejam tanto o sucesso virtual que quando te vêem crescer um pouquinho ali já acham que devem te derrubar, ao invés de buscar também sucesso pra ti. Ou seja, tudo se assemelha ao real, no final das contas.

Com a diferença que o virtual nos trás certas comodidades além de nos dar a chance de desligar dele quando a coisa esquenta, sendo que no real nem sempre isto é possível.

Beijooooos!

MulherNaoPresta disse...

Faço das palavras do Mike Chadway, as minhas. E a propósito obrigado pelas mensagens durante minhas férias. Muita gente, na vida real não faria o mesmo.

Beijo.

Cátia Aguiar disse...

Não considero que o mundo virtual seja uma fuga...venho percebendo como as pessoas se apegam, mesmo no virtual, pois quem esta por tras daqueles teclados é um coração, uma alma que sente, pensa, chora, rir, deseja, então não é uma maquina é um ser, que trocamos confidencias, palavras de conforto, carinho, desejos e prazeres. Estava hoje mesmo pensando nisso, como tem algumas pessoas que gostaria de ver hje, e só não verei por morarem longe do meu estado, da minha cidade, mas são pessoas que amo muito , mais do que as convivo atualmente, pessoas que lembro e desejaria um profundo abraço, aqui no mundo virtual, sabendo usa-lo claro, voce faz profundas amizades e possiveis amores. Isso é real, irreal é o mundo dolorido, solitário, reclamativo, agressivo, ofensivo, este sim, é tão irreal, pois não o queremos, nunca queremos a dor e o sofrimento, por isso são ilusões do mundo psicologico criado por nós e nossas inconsequencias emocionais e morais. PREOCUPE NÃO QUERIDA voce é muito normal e não esta fugindo, apenas buscando conforto e sendo voce!
Parabéns pela coragem e beijos no seu coração!

Mulher de 40 disse...

Mulherzinhas,
Ontem tentei equilibrar também e saí com amigas depois de 3 meses de clausura!

Sexlibertino,
Também consigo ser mais verdadeira sendo "fake" ou "anônima", e já me disseram que às vezes, na internet, os fakes são verdadeiros e os verdadeiros são fakes... rsrsr uma opinião meio radical, sem dúvida!

Tico,
Fui lá no seu mundinho e adorei!

LandNick,
Sua teoria é bem interessante!

Mariana Cardoso e Ledabianca,
"Livre de tabus" e "Sem ninguém pra nos julgar" são 2 coisas que me seduzem muito no mundo virtual.

Solange,
Você é uma pessoa com quem me identifiquei em breves conversas! quando eu estiver "disponível" no MSN pode chamar, é porque estou querendo conversar!

Leo,
A velocidade com que as coisas acontecem no virtual às vezes nos atordoa.

Quessa,
Sei que você está ali e para mim isso é muito bom!!! Já me disse palavras preciosas em momentos difíceis de minha vida! Obrigada!

Mike,
Por enquanto está meio complicado encontrar esse equilíbrio, porque depois que entramos em inércia... Mas já sei por onde tenho que ir, está em mim tornar realidade!

Flávio,
Eu iniciei a ter amizades virtuais há pouco mais de um ano, espero de coração que se mantenham assim como as suas!

Lucia,
Sua constatação é bem realista.

40tão,
Então vamos fazer o casal 40tão e Mulher de 40... O avatar vai ser eu coçando a sua cabeça com o salto do sapato,que acha? kkkkk

Ella,
Saber selecionar é que são elas! rsrsrs Mas me considero uma pessoa de sorte pois até agora não me queimei...

Aparecido,
É porisso que às vezes, mesmo estando pra baixo, me apresento divertida e alegre ao mundo virtual.

Dri Paulo,
Também aprendo, também me emociono, também me envolvo muito! E também choro...

Celia,
Fui no seu blog e comentei, parece que as palavras tinha sido escritas para mim!

Le Ogre,
Então vamos combinar o café!

Flavia,
Já eu sou um pouco diferente na vida real, pelas posturas que a sociedade nos cobra, principalmente por ser mãe, professora e morar em cidade pequena. A internet me permite extravasar. Gostaria muito de conhecer meus amigos virtuais pessoalmente, mas moro tão longe da maioria deles...

Maria Amora,
Também já falei ao telefone com 2 amigos virtuais e foi para mim uma emoção enorme, porque já imaginava a voz e o sotaque deles, e ao telefone o virtual se tornou real!

Dra. do amor,
Realmente, a vantagem de desligar e até de deletar certas coisas poderia exisitir também no mundo real rsrsrs

MulherNaoPresta,
Quando sou amiga, sou amiga mesmo, e me preocupo rsrsrs NUNCA MAIS ME DEIXE SEM NOTÍCIAS! Te adoro! De coração!

Cátia,
Obrigada! Quem sabe não seremos nós a criar um novo mundo real a partir dessas experiências virtuais? Vamos tirar algum proveito de toda essa nova realidade que está em nossas vidas e com a qual ainda não sabemos lidar direito às vezes...

A todos os meus Amigos,

Escrevi esse post pensando em muitos de vocês que comentaram acima! Entraram para a minha vida devagarinho, se instalaram e dela fazem parte. E muito me emocionaram ao atender ao meu apelo e virem comentar, foi uma alegria imensa! Amo todos vocês!

Calcinha de Gatta disse...

Querida, jamais me identifiquei tanto com um texto quanto hoje ao ler o seu sobre amizades virtuais. Acho que são elas que me alimentam e me mantem viva, pois a vida real é dura e cruel muitas vezes. E é tão bom chegarmos e sermos recebidos com carinho por amigos que muitas vezes nem conheceremos pessoalmente, mas que nos conhece às vezes melhor que nós mesmas. Amei o texto!! Siga sempre assim, e não tenha medo de expor suas dores, sempre haverá um ombro amigo para te consolar. Beijos no core.

Berna disse...

Adorei o post! Me identifiquei demais...vivi todas essas experiências de "amizades virtuais". As que ficam, as que se vão...nem preciso dizer que vc é especial,né? Nunca vou esquecer da sua ligação no dia do meu aniversário! NUNCA!!! Um beijo no coração!!!

@berna_alvarez

Guia do Prazer disse...

As relações virtuais são reais, já que se trata de um relação entre pessoas, a diferença é que algumas pessoas se escondem em uma "personalidade inventada" que não demonstra a realidade.

Outro probleminha é que a facilidade com a qual vc. se relaciona, vc tb. perde o vínculo de amizade...MSN, twitter e afins basta vc. bloquear que está td resolvido...o contato é eliminado.

A relação virtual em sua maioria é superficial e precisa ser vista com cautela, mas afina, qual relação não precisa ser vista com cautela?

A única coisa que não pode acontecer é fazer o Mundo Virtual substituto do real...basta dizer que sexo virtual é incomparavelmente pior que o real...usar o virtual é bom, mas fugir do real para o virtual é um tremendo erro !!

Muitos beijos...

cheirodevento disse...

O mundo virtual é mágico e ao mesmo tempo ilusório,todas (os) sabemos disso,mas também é possível encontrar amores reais e amizades sinceras, a minha por exemplo com a @-mulherde40 já dura a meses e nós duas sabemos, o quanto somos presentes uma na vida da outra e o qto realmente nos importamos em saber como anda a amiga que as vezes some, que as vezes está triste e que faz rir e chorar!! te amo sinceramente como amiga querida, e companheira de loucuras incuráveis e divertidas!! kkkkk (ja rimos muito nessa nossa jornada virtual, intelectual,emocional,e me sinto alma gêmea dessa incrível amiga)com admiração e carinho:

@cheirodevento

Anônimo disse...

São muitos os comentários e, no final, comecei mas não terminei de ler todos. A verdade é que seus textos são sempre muito bons e fico sempre envolvido com cada um deles. A internet é só um canal de comunicação... é assim que a vejo. Cabe a pessoa dar o próximo passo ou não (depende do interesse) para que o virtual passe a ser real! No meu caso? Agradeço todas as vezes que caminhei para o real!!! Um super beijo! Bem que eu queria tomar esse café, que vc falou aí, com vc! ;) Inté!
@tuliomartinez

Nanda Botelho disse...

Oi querida!!!

Mundo virtual parece com mundo ñ virtual... Muitos têm medo de se envolver, já sofreram algo e têm medo de se decepcionar, ficam escaldados.

Outros também têm tantos problemas que ñ querem acrescentar mais o dos outros.

E este mundo da net, parece uma festa é superficial mesmo, vc vai encontrar poucas pessoas interessadas em aprofundar algo e ouvir as dores de alguém.

É como Jesus falou muitos chamados poucos escolhidos. Isso ñ é ruim em si é apenas como acontece ainda.

Se vc conseguiu 2 pessoas realmente interessadas conseguiu muito e deve ficar agradecida, ñ exija demais da vida!

Vc tem razão quando coloca a hipótese de fuga, é bom ver e fazer ajustes. Ser admirada é muito bom mas pode viciar, pois ativa o sistema de recompensa de prazer e vc fica querendo mais.

Veja as coisas boas q acontecem com vc em sua vida fora da net e o equilíbrio virá!

Bjão!

Bary disse...

Pessoas entram em sai das nossas vidas, bem fácil. Um amigo que passa muito tempo sem te procurar, não significa que ele não goste de você, é por quê a vida não deixa. Você só precisa sentir se realmente a pessoa gosta de você, não só racionalizar.

Realmente pessoas divertidas atraem mais pessoas, a querem ser suas amiga. Mas não significa que são bons amigos. Comecei a ser amiga de pessoas que nem sempre foram divertidas, mas pessoas com as quais eu me identificava. Pessoas que servem como bobo da corte são importante tb, mas nao o essencial.

Edu disse...

Ja fiz muitos colegas virtuais. Amigos, eu fiz poucos, mas mantenho uma amizade muito boa.

Amizade virtual é algo que ja existia desde antes da internet. Algumas pessoas escreviam seus endereços numa folha, que era passada de carta para carta a outras pessoas. Assim, você poderia escrever para "novos contatos" sempre que recebia uma folha com endereços. Assim, acabavam tendo novos "amigos virtuais" distantes...

Seja naquele tempo ou neste tempo,acabamos descobrindo gente legal com quem gostamos de conversar. Fazer um colega virtual é fácil... Fazer um amigo já é algo totalmente diferente, mesmo online.

Denise do Egito disse...

Olá, Mulher de 40
Bem, eu penso que a vida virtual nunca deve substituir a vida real. O virtual é uma ilusão, pode ser encarada, em algumas situações - não necessariamente a sua que não conheço -, como uma muleta.
Semana passada, uma mulher escreveu ao jornal dizendo que criou um perfil falso no Orkut e um homem se apaixonou por ela. Depois, ela enfrentou situações difíceis, sofreu e tudo o mais.
Penso que viver é sempre mais difícl, mas é o que importa. Se a vida não está legal, devemos lutar para melhorá-la. Este, ao meu ver, é o caminho para sermos mais felizes e completos.
É minha humilde opinião.
Um beijo pra você

Castellito disse...

e depois de todos esses comentários ainda tem gente que não acredita na sinceridade destas amizades. Antes de mais nada é preciso saber fazer amigos e cativar ainda mais os antigos, eu particularmente adoro fazer novas amizades, mas toda vez que venho a minha terra natal, faço o possivel para sair com a grande maioria dos meus amigos e muuitas dessas amizades vem de tempos de IRC, ICQ etc...twitter ajuda muito nesse quesito, orkut ja teve seu tempo, mas ainda é uma boa saida pra reencontrar e ver como estão velhos amigos, amizades virtuais são reais sim, basta vc querer cativa-las e saberás o quanto de amigos terás ao longo dos anos.
te adoro pra caramba viu mulher, pra mim vc será minha eterna amiga, mesmo estando tão longe mas aqui do meu ladinho virtualmente, e é isso que nos aproxima, esses caracteres, DM´s, #, etc...
um grande beijo do seu amigo
Marcos @castellito

Mel Vermelho disse...

Eu acredito nas amizades e nas pessoas, o mundo virtual tem aberto tantos caminhos, que por vez não acreditariamos que era possível chegar.
Tenho amigos sérios e que me acompanham pelo mundo virtual, e entraram na minha vida real, e hoje ocupam um espaço importante...
Ahh........ "esses" amigos virtuais podem sumir, como "aqueles" que são reais !!

Amigos são amigos........... sempre, em qualquer estação!!

Leonardo Amaral disse...

Novamente um post que me fez sentir necessidade de comentar além do que o Twitter permite :p

Você começa a conversa. Geralmente há uma troca intensa de DMs no Twitter, depois adicionamos no MSN. Aí vem a decepção. Alguns passam uma tarde inteira conversando, e depois nunca mais voltam a falar com você. Sempre estão "ocupados". Por que deixam o MSN aberto se estão "ocupados"? Para mim parece que estão dizendo "Não me chame". Eu, quando não quero conversar, fico off.

Isso é complicado. Eu fico muito online no MSN e mais ainda quando o assunto é desespero. Muitas vezes você procura alguém pra desabafar alguma coisa, mas eu já tomei tanta patada que eu meio que brocho, mas mesmo assim é um pedido de ajuda. Outras vezes também estamos online por causa do trabalho ou algum problema pra resolver... Eu já reparei que - pelo menos na minha lista - maioria das pessoas não tem papo, ou estão ocupadas ou não querem conversar atoa. Algo delicado de se julgar.

Sobre o restante do post, realmente eu acho divertido conversar sobre sexo com quem tenho um pouco mais de intimidade - é divertido. O maior problema é que muitas pessoas não sabem ser amigos, seja virtualmente seja realmente. Meu mais recente problema deixa isso bem claro na minha mente: Você passa 7 anos conversando com alguém, desenvolve uma amizade. Depois desse tempo todo, conhece a pessoa pessoalmente e descobre que gosta dela tal como gosta de um parente muito querido. Obviamente você acha que tem uma relação transparente/confiável/honesta e num momento qualquer onde as coisas não vão bem, você desabafa alguma coisa que a pessoa não está pronta para ouvir. No meu caso foi desastroso porque não se deixa de gostar de alguém assim do dia pra noite, e eu fui sumariamente ignorado até descobrir por muita insistência o que houve. Tosqueira? Sim. Culpa minha? Sim! Mas olha que coisa interessante: Do nada despenquei de amigo para um "nojento". Coisa de nem 2 dias!

Eu acho isso complicado porque eu detesto esconder as coisas (Já fiz muito isso e só me ferrei) - e se você confia, então confie e seja quem você é o diabos! Eu também já me ferrei o suficiente para não gostar de ver as pessoas que eu gosto com problemas. Sempre ajudei na medida do que podia, seja com presença ou seja com alguma coisa mais material. Não chega a ser uma coisa de cobrança, mas eu dou valor para o que já passei antes. Será que as pessoas são incapazes de pensar que se você enxerga que a outra pessoa tá mal, com certeza naquilo ela está pior do que você? E o que você faz quando uma pessoa querida está mal? E porque você faz? Eu faço porque tenho consideração, mas eu já notei que hoje as pessoas se atem muito a questão do interesse e se esqueceram do quanto pode evoluir uma amizade (E não estou esquecendo de que cada um tem seus problemas. Integridade independe disso).

E a vida é feita dessas coisas. Muitas vezes quem não tem porcaria nenhuma haver contigo vai te fazer sorrir. Não é algo previsível e eu acho tosco contar-mos com alguma coisa para ser-mos felizes. Entender isso é fundamental para conseguir enxergar coisas boas nas pessoas.

Mulher de 40 disse...

Mais uma vez, obrigada a todos os que comentaram... o blog não seria nada sem os comentários, e eu seria uma pessoa bem mais pobre sem tantas amizades, ainda que virtuais, passageiras ou não! Beijos!

Anônimo disse...

Oi,Moça

Concordo, quando diz que era do tempo de amizades eternas ,mas ainda somos do tempo de amizades eternas? ou não?! particulamente ainda cativo alguns amigos assim.. sim ,há amizades virtuais intensas, tenho algumas fiéis. Olha, pôde deixar, quando for possível falarei: um olá ! gosto muito de interagir por experiência própria ,sei que quando estamos mal ,um simples bom dia têm o poder de levantar o astral!!

um belo post !

beijos no coração

@bocade_latao

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails