sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Namorada insatisfeita

"Olá Mulher de 40,
Leio seu blog todos os dias e fico super feliz quando tem post novo...rs...
Então, minha história é a seguinte: tenho 28 anos e namoro há 05. Vamos casar no fim do ano. Há 02 anos o namoro caiu naquele tédio típico que todo mundo já conhece. Segui todas as receitinhas que dizem por aí: supresas, viagens, lingerie nova, mudança radical no visual e blá blá blá.
Nada adiantou pra "reacender a paixão", mesmo porque ele não faz a parte dele. Como todo homem ele acha que tá tudo bem, que não há nada de errado, que tudo é uma fase... No fundo eles (os homens) só abrem o olho quando tudo já passou do ponto.
Enfim...diante dessa cena patética comecei a me sentir carente sexualmente e meus olhos se abriram pro mundo à minha volta. Foi quando então comecei a reparar num colega de trabalho (típico, né) 20 anos mais velho. Ele é inteligente, tem um senso de humor incrível e um corpo de parar o trânsito. Ele malha, se cuida, enquanto meu namorado é relaxado, mal faz a barba e corta cabelo.
Dei em cima desse sujeito com classe e elegância. Ele ficou meio desconfiado no começo, afinal eu sou bem mais jovem, bonita e bastante cobiçada por outros caras na empresa. Levou um tempo pra ele entender que eu queria apenas sexo e não "me aproveitar" dele financeiramente. Saímos uma primeira vez e foi tudo de bom. Não rolou sexo, mas uns amassos no carro.
Depois de um mês e meio saimos de novo. Veja bem, nesse tempo todo não liguei pra ele nem mandei mensagem, pra ele não pensar que eu tava envolvida. No trabalho, eu agia normalmente, apenas cumprimentos e olhares provocativos. Diante dos olhares insistentes dele, resolví pedir uma carona. Acabamos indo para um barzinho, bebemos, rimos muito... saímos de lá e fomos pro motel. Foi tudo de bom, como eu imaginava.
Daí 15 dias rolou de novo e foi bom também. Só que dessa vez eu disse pra ele: "se for pra rolar de novo eu gostaria que você me ligasse então. Eu não gosto de ficar correndo atrás, ainda mais que eu insisti muito até sair com você. Parece que eu tô mendigando, e eu detesto isso". Ele respondeu "eu também não gosto de mendigar, ainda mais que você é muito fria comigo lá no serviço". E eu disse: "relaxa, eu só não quero dar bandeira na frente do pessoal".
Enfim, já se passaram 15 dias desde o último encontro. Eu gostaria de vê-lo novamente porque sinto necessidade do corpo dele, o encaixe é perfeito. Nesse meio tempo nos falamos normalmente, mas não tocamos no assunto. Ele demonstra claramente que quer de novo, pois fica me olhando feito um adolescente de 16 anos. Mas... também não se manifestou sobre uma nova saída. Enfim, o que eu quero saber mesmo é como insinuar que quero dar pra ele de novo, sem que pra isso EU tenha que convidar. Como posso induzí-lo a me convidar pra sair sem parecer uma desesperada?
Detalhe: amo meu namorado e tenho plena certeza de que quero casar com ele. Nossa afinidade é incrível, só o sexo que tá mais ou menos. Não tenho nenhum sentimento romântico pelo "véio". Apenas gosto da pegada dele e ao que parece ele também tá na mesma. Convivo normalmente com essa situação e, ao contrário do que eu pensava, não rolou nenhuma ressaca moral depois de trair.
Aguardo ansiosamente sua resposta."
Resposta da Mulher de 40
O que aconteceu com você, essa insatisfação com seu namorado, acontece quase sempre, e com quase todas as mulheres com quem tenho contato. É incrível o grau de insatisfação atual das mulheres com relação aos homens que escolheram. Claro que, como os assuntos de meu blog giram em torno de meus problemas de relacionamento, atraem pessoas com problemas parecidos... os comentários reafirmam tudo o que é dito e até acrescentam.
As mulheres que se dizem felizes com seus namorados ou maridos não aparecem para explicar o porquê dessa felicidade. Sinceramente, estou inclinada a pensar que esse tipo de mulher é o tipo que não pensa muito, não se preocupa com muita coisa, não é exigente... cheguei a dizer esses dias que se eu não fosse tão inteligente seria mais feliz ou mais satisfeita. Podem me criticar se quiser, quem não gosta que crie seu blog para defender o que pensa! (E tem mais... eu ando revoltada mesmo! rsrsr)
Aí surge o cara que se cuida, que se valoriza e que te satisfaz na cama como o namorado não faz. Você quer se divertir. E o faz. Ninguém tem o direito de julgá-la. A minha sugestão, querida leitora, é que você vá lá, convide o cara para sair, se é isso que você quer. Tem aqui no blog um post sobre isso.
Mas se você quer realmente um conselho, e quer realmente aprender com os erros dos outros... NÃO CASE! Se você já não está satisfeita agora, acha que com um papel assinado e uma porção de fotos produzidas vai mudar alguma coisa? Não vai, não, só vai piorar. Sua afinidade com seu namorado é fruto de um relacionamento onde os dois já se conhecem, como dois amigos.
Se você não ficou com ressaca moral de traí-lo é sinal de que nem ao menos o respeita mais como homem. Você quer casar com alguém a quem não respeita? Se até você mesma já se deu conta de que os homens não se dão conta das coisas mesmo?
O caso que você teve com o colega de trabalho mostra bem que você está insatisfeita, sim, e ao mesmo tempo está querendo fazer o contrário do que diz o ditado, ou seja, está querendo segurar dois pássaros na mão. Pode acabar com os dois voando. Ou pretende continuar com seu caso depois de casada? Ou... vai conseguir ficar sem ele? E se contentar com um maridinho meia-boca?
Acho que está na hora de você questionar essa sua certeza de querer casar e essa sua "afinidade incrível" com seu namorado. O mais provável é que ele não mude. E, francamente na sua idade, eu não casaria, não... Dois caminhos, duas opções... você decide.

8 comentários:

Anônimo disse...

ola, me apresento como uma mulher feiz e realizada sim, pois tbem stive nessa monotonia q se torna o casamento, mas, abri os olhos com meu proprio marido e fiz ele se alertar tbem,deu certo sim, stamos muito mais ousados e safados um c/ outro. é realmente questão de conversa e atitudes de ambas as partes.

Anderson disse...

“Eu gostaria de vê-lo novamente porque sinto necessidade do corpo dele,”
Perdeu gatinha.!
“Convivo normalmente com essa situação e, ao contrário do que eu pensava, não rolou nenhuma ressaca moral depois de trair.” Lembrei daquela música do secos e molhados: “...Oh mulher infiel...” Delícia!
Pq que esse povo ainda ta pensando em casar?
Vamos beber e amar que o mundo vai se acabar!
Povo besta...
Beijo!

Kamis disse...

Oie.. sempre leio o blog mas acho que é a primeira vez que comento aki =D

Tenho 25 anos, ha dois terminei um namoro de 5 anos, e ha pouco mais de 1 estou namorando um cara 6 anos mais velho. Pode ser que por nao ter vivenciado um casamento eu "nao saiba" do que to falando, mas com este sou realmente feliz. Ele é do tipo que eu tinha ctz que não existia (romantico, companheiro, preocupado cmg [psico e sexualmente]). Sempre agradeco pr te-lo conhecido! No quesito sexual ele me satisfaz plenamente, só sinto nao termos mais tempo cronologico para ficarmos juntos.
Mas eu sei do que a guria ta falando, pq passei por isso com meu ex... queria-o mto bem, mas nao rolava mais. Ate que eu o trai. Me arrependo profundamente! Mas uma coisa eu digo a ela... continua sua busca que a felicidade a dois existe sim!!!!!!!

Anônimo disse...

Para a Kamis...
Pois é, vc tá com esse cara há 01 ano apenas. Nessa fase eu também achava que o meu namorado era tudo de bom e que não haveria mais ninguém no mundo assim. Ledo engano. Com o tempo os homens acabam ficando desleixados mesmo, muito mais do que as mulheres. Eles entram numa de achar que já conquistaram, que tá garantido. Mulher não. A gente sempre acha que tá perdendo pra alguém, que precisa cuidar e se cuidar. Aff! Quanto a mais a gente faz, menos valor tem. É phoda.

È por isso que eu traio mesmo. Lá no motel o cara sempre diz que eu tô linda, me olha com desejo e paixão. Ele sempre tá cheiroso, barbeado, disposto a fazer tudo o que eu quero e sem preguiça nenhuma.

Elis disse...

Realmente, a pior merda que tu vai fazer é casar. Como disse a anônima depois de casado ele relaxa, e se é relaxado agora imagina depois. Vcs são amigos por isso as afinidades. Eu sou casada há 23 anos e meu marido me chama de rainha até hoje (por causa do meu nome) e quando atende o telefone sempre é com um fala minha gostosa, é muito tarado. O sexo é muito bom, as vezes é ruim, como as coisas que nem sempre dão certo. E não penso em trai-lo. Por isso acho que tu deva ficar solteira, aproveitar o máximo, e quando encontrar realmente o cara aí sim casa. Ou não!

Gabriel Henrique disse...

Olá, gostaria de fazer uma pergunta, pode parecer sarcasmo mas é curiosidade genuína.

Quem diz "traio mesmo, sem arrependimento" não se importaria de ser traído da mesma forma?

Agradeço se algum dos leitores do blog puder responder

artur campinas disse...

Olá...me chamo Artur(nome verdadeiro)
é primeira vez que entro em um Blog feminino,tenho 48 anos , divorciado e sozinho atualmente.
Gostaria de fazer um comentário sobre o ocorrido com a garota e sua "traidinha" .
Honestamente , mesmo tendo transitado pelo mundo dos amores proibidos e possiveis, ainda em acho inexperiente no quesito "relacionamento" mas posso sim , do alto desta estrada percorrida tecer um comentário que sempre gerou e gerará uma eternas discussão," Porque traí?"
Querida, acabou o encanto, assuma , não é o cara, simples, bonzinho, bacana e babaca,não rola mais.
O contexto geral , principalmente as mulheres, é que acabou porque nós não correspondemos,errado, vocês não assumem que acabou, aquela coisa de namorado que meus pais gostam, podemos ter um futuro juntos, acabou...ele não sente mais tesão por você porquê você não o provoca mais, não o desafia, não deixa ele na duvida, não deixa ele pensar,não o faz sentir ciumes ou até porque você , realmente não o quer mais, você sentiu desejo não pelo homem mas pelo desafio, todos somos assim ,mas não seja covarde , assuma que você irá se separar , que é safada mas não troque sua culpa com leitores esperando ouvir que esta certa,seja a mulher que se apresenta,diga " Tõ fora" e dê a vontade...não seja convarde, u faça sua sacanagem " a lá Mineirinha, sem ninguém saber"
Acredite..quer dar dê, mas não culpe ninguém por ser tarada, acredite , quando um homem não a enxerga é porque você já era.}Serve para ele também , que com certeza ta comendo fora.
Bjs Artur , desculpe pela honestidade.
porto.e.artur@gmail.com

artur campinas disse...

Parabéns Elis...isso mesmo, acredito que sua diplomacia tenha surtido muito mais efeito, e parabéns por uma casamento movido a este tesão, tenha certeza que boa parte disso é fruto de um verdadeiro amor , regado sempre de forma picante.
Desculpem minhas palavras

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails