sábado, 13 de outubro de 2012

Crescer...?


"Ao crescer, as pessoas param de brincar e parecem renunciar ao prazer que obtinham do brincar. Contudo, quem compreende a mente humana sabe que nada é tão difícil para o homem quanto abdicar de um prazer que já experimentou. Na realidade, nunca renunciamos a nada; apenas trocamos uma coisa por outra. O que parece ser uma renúncia é, na verdade, a formação de um substituto ou sub-rogado. Da mesma forma, a criança em crescimento, quando pára de brincar, só abdica do elo com os objetos reais; em vez de brincar, ela agora fantasia. Constrói castelos no ar e cria o que chamamos de devaneios." (Freud em "Escritores Criativos e Devaneio", 1907)

Encontrei este trecho no Facebook e fiquei pensando... isso explica a "imaturidade" emocional de pessoas como eu, que sempre se sentem diferentes e meio excluídas por não quererem abrir mão de certos sonhos e certas loucuras? Ou apenas encontrei uma frase que porventura possa justificar uma imaturidade real?

Acho que vou começar a ler Freud...

2 comentários:

CE disse...

Eu tenho várias em mim e preciso sonhar e acreditar que sempre posso ter devaneios.
Peco por me fixar muito na realidade, mas mantenho o espírito de criança do texto haha
Acho somos parecidas.

Joyce disse...

Nossa super legal o trecho do texto!
Passa lá no meu cantinho e retribui a visitinha e me segue também, estou seguindo, ótima semana kisses.
http://esmaltesdedivas.blogspot.com

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails