segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Quando ela está insuportável


Hoje fiquei pensando sobre as constantes exigências e reclamações das mulheres dentro dos relacionamentos com os homens. Quando a gente começa a namorar, tudo é maravilhoso, os pequenos defeitos do amado são engraçadinhos, as diferenças são facilmente superadas. Tudo envolto por uma aura cor-de-rosa que tudo mascara. Sempre a velha história dos "opostos que se atraem".
Prefiro acreditar que os opostos se distraem e os dispostos se atraem.
Isso li em algum lugar. Bem mais realista, não concordam? Enquanto estamos naquela lua-de-mel com o novo bofe, tudo é relevado em nome daquele tesão colossal que nos move. Não há tempo para reclamações, só para o prazer e para a fome de carinho. Ainda não vimos o querido usar fio dental no meio da sala, nem largar suas cuecas sujas no corredor. Porque é certo que, mais cedo ou mais tarde, vamos enxergar isso.
Passado o período inicial de cegueira, onde os opostos se distraem, passamos a querer moldar o ser amado de acordo com nossos sonhos. Passamos a enxergar o que queremos e não o que temos. Aí queremos opinar sobre as roupas que ele veste, os horários que trabalha ou que sai com os amigos, o tempo que passa longe de nós e até com quem ele conversa.
O homem normalmente é mais acomodado, então dá um certo espaço para que a mulher faça isso, uns reclamando mais, outros menos. Afinal, não quer atritos; homens, em geral, pagam para não se estressar com bobagens. E o tempo vai pa
ssando, e as exigências também. De repente o homem se depara com uma mulher em TPM contínua: estressada, irritada, reclamona, carente, chata mesmo.
É. Tudo isso pode ser considerado até normal e comum. Mas até que ponto temos que realmente passar por isso? E por que passamos?
Homens... entendam que ao seu lado está uma mulher, com toda a sua carga genética e de criação. Historicamente treinada para relacionamentos estáveis, biologicamente preparada para aninhar um novo ser em seu ventre, ela hoje, assim como o homem, está vivendo um novo momento. Não se conforma mais em ser/estar em um relacionamento tradicional, então se rebela. Tenta, dentro do que tem, construir algo com que sonha.
E passa a exigir do homem o que lhe falta, porque aprendeu que um dia um homem lhe daria tudo o que ela sonhasse.
O que nos falta? Já escrevi algo sobre isso aqui. Liberdade. "Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome. " Com essa frase, Clarice Lispector diz tudo. Não sabemos bem ainda o que queremos, mas é diferente de tudo o que as mulheres conquistaram
até hoje. Mas, mesmo estando de certa forma perdidas entre o que se espera de nós e o que nós esperamos da vida, o que não pode faltar em um homem é: sedução. É aqui que os dispostos se atraem.
Muito se fala em "aquecer um relacionamento", "reacender a chama". Sempre dirigindo-se às mulheres. Mas um relacionamento é feito
a dois. O homem deve deixar de lado seu comodismo e também tentar seduzir a mulher que está ao seu lado. Como? Olhando para ela. E vendo como ela se modifica com o tempo. Valorizando. Elogiando. Sugerindo coisas diferentes. Esses dias um amigo me perguntou o que eu faria se meu homem me levasse a uma loja de lingeries e passasse a tarde me ajudando a escolher novas calcinhas e soutiens. Respondi: eu daria para ele dentro do provador!!!
São atitudes como essa, tão difíceis de se ver, que estão faltando. A mulher sempre se produz para seu homem. E ele lá, com a mesma bermuda. Aí vêm as revistas femininas dizer que mulher se arruma para as outras mulheres, para ser invejada. Simples: as outras mulheres notam isso. Os homens não.
Homens: tomem a iniciativa, por favor. Mandem vocês as crianças para a casa da avó. Coloquem ela dentro do carro e a levem para um fim de semana num hotel distante. Ofereçam-se para massageá-la depois do banho com seu hidratante favorito. Ofereçam uma bebida sem motivo. Comprem aquela lingerie bem sexy e vistam nela, mostrando o quanto isso lhes dá prazer - e o quanto lhes dá prazer tirá-la, também, óbvio...
Ofereçam a ela também a oportunidade de ficar sozinha um pouco, ou de viajar com as amigas, se estiver a fim. Cuide bem das crianças para que ela tenha esse espaço, e até um tempo para ir à academia. Não pense que ao chegar em casa, suas obrigações terminam e a TV é sua companhia ideal. Pode até ser, às vezes. Mas se cuidar bem do que é seu, você nunca vai ter o desgosto de se deparar com uma mulher insuportável. Ou de ser traído.

9 comentários:

Eilor Marigo disse...

Excelente texto, parabéns.
O idela realmente é que um casal de respeite, se complete e se valorize.
Nada pior que um desencontro num amor que tende à rotina!
Abraços!

Solange disse...

Pois é...mas quando o homem desconfia da própria sombra,jamais será capaz de pensar no casal.geralmente pensa apenas em sí mesmo.A mulher passa ser apenas o objeto,o depósito de esperma dele.É assim que me sinto muitas vezes,mas quando mostro o que sinto ele diz que é coisa da minha cabeça.

Luxuria disse...

Magnifico post, tudo verdadinha...



Beijo de luxuria

Eilor Marigo disse...

Solange, acredito em dois momentos distintos para o que você escreveu:
No primeiro, a mulher não se sente bem com ela mesma. Geralmente isso faz com que seja muito difícil, mesmo que tentemos ao máximo fazer uma mulher se sentir realmente desejada. Aí o apoio tem que vir de outra forma.
Noutro momento, o homem realmente não dá o devido valor à mulher que tem. Não a vê com os olhos de quem realmente ama e deseja ardentemente a parceira e, aí sim, ela se sentirá um verdadeiro "depósito de esperma" como você disse.
Mas acredito sinceramente que em ambos os casos a solução seja pura e simplesmente uma questão de conjugar o esforço de ambos na busca de alternativas para melhorar a situação.
E quem ama de verdade e está realmente madura para encontrar um grande amor é por que já errou muito mas aprendeu o caminho das pedras.
Obrigado!

Solange disse...

Concordo em termos com o Eilor,que mostra maturidade e consciência,porém,o meu caso não é eu estar bem comigo mesma.Está longe disso.Tentei por anos,dialogar,mostrar o que sinto,o que sería bo pra melhorarmos,mas nada mudou.Então chega uma hora que cansa.Foi por isso que falei depósito de esperma.Porque quando uma pessoa não se digna a ouvir a outra pra que melhorem juntos,é porque ela só busca a satisfação momentânea e não o conjunto.E pra mim,sexo por sexo não é nada.

Nanda Lima disse...

Você escreveu tudo o que eu gostaria de dizer ao meu namorado, e não consigo. Estou começando a ficar chata, mas ele tem uma parcela de culpa nisso. A rotina está começando a me sufocar. Tenho 18 anos, sou escorpiana e hiperativa. Como poderia me acostumar com rotina? Vou mostrar o texto a ele, e espero que ele dê a devida atenção.

Mulher de 40 disse...

Estou adorando todos os comentários, porque o que mais quero é fazer as pessoas pensarem e repensarem seus conceitos. Viver por viver, e ser igual a todo mundo, eis a grande covardia! A coragem está em ser forte para confrontarmos todas as fraquezas que carregamos, e que devem se transformar em pontes para sermos pessoas melhores e mais verdadeiras.
Beijos a todos!

Anônimo disse...

sou casada com um homem a qual não consigo mais deixa-lo me tocar. Ele me chama de insuportavel, chata, pentelha e que só reclamo de tudo. Também né, nunca tive orgasmo com ele, por isso parei de transar. Ele é mais velho que eu, uns 20 anos. Ele me trata como velha e se acha garotão. Sou uma ótima dona de casa, e ainda sou criticada qdo peço pra ele manter a casa em ordem, pois estou cansada e preciso de relaxar tbm. Ele é mal resolvido, faz questão de ser hiper gentil e atencioso no minimo detalhe com as outras e comigo completamente desatencioso, não prestava atenção nem qdo eu estava nua. 5 anos de casada e só 1 ano e meio de sexo. Peguei nojo dele, raiva de tudo que ele me fez. Eu tenho um corpo bonito, sou nova, limpa, cheirosa, boa cozinheira, gostosa, fiel. Mas mesmo assim ele prefere me maltratar! Ele sempre vivia dizendo que era eu gorda e que precisava diminuir a bunda, que me amava mas não tinha atração em mim por causa do meu corpo, dizia gostar de mulher com quadril estreito e não corpinho violão. Com 58kg, 1.70 de altura, ele me achava gorda!? sabe o que ele diz agora:" hoje eu quero transar com vc, hoje eu tenho atração por vc" Mas eu disse: agora não adianta mais, eu queria ter sido admirada no inicio, agora não consigo mais ter nada com vc! Se qdo eu era novidade vc não se encantou comigo, não ser agora que vou acreditar. fora isso as poucas vezes que transamos, durou menos de um minuto, eu fiquei a ver navios. parece que qdo ele me penetrava era só pra descarregar. por isso que hoje tô começando aprender que mulher decente só se ferra, e mulher vadia tem o marido babando por ela! Eu vou ser periguete.

Cristine Silva Oliveira disse...

Não vire piriguete, não...vc assim só vai topar com canalhas como seu marido...pra começar ,largue esse cara que tem idade pra ser seu pai,e, mental e emocionalmente não passou da adolescência...e descubra quem vc é, de verdade e comece uma vida nova,afinal ,vc sabe que tem qualidades e que alguém as apreciará.Ame-se mais!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails