sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Meu corpo quer

Meu corpo quer
teu corpo
ardemos
lânguidos
Roçamo-nos num louco cio
Desejando um prazer 
Desejando prolongar
Desejando desejar
Saliva suor mel
doces sabores e odores
pudores e demores
para quebrá-los
perder a lisura 
a compostura
protuberância
reentrâncias
atritos
gemidos
gritos
arfar
um doce entrelace de corpos
nada vulgar
isso é amar.

por Homem Quarenta

Um comentário:

Marcia Boop5 disse...

DELÍCIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails