domingo, 16 de agosto de 2009

Um conto

Estava esperando por ele na rua, como combinado. De saia bem curta, e botas... igual a uma prostituta. Entrei no carro. Me olhou sorrindo, me despindo. Eu mal podia respirar.
Não falávamos, no carro. Só ríamos um para o outro. Tanta espera. Meses de mensagens pelo celular e conversas no MSN. Anos esperando um reencontro.
Chegamos ao motel. Larguei a bolsa. Puxei ele pela camisa e mordi sua boca. Empurrei ele para a cama e sentei em cima dele. Dei um tapa na sua cara: isso é por me fazer esperar tanto. E outro tapa. - E isso pra você saber quem manda aqui hoje!
Agarrou meus pulsos e começou a me beijar com força, até que me acalmei...
Levantei e comecei a tirar a roupa. Ele, como sempre, ficou me olhando com os olhos brilhando. Faiscando. Me comendo.
Estava com uma lingerie bem pequena, afastei para o lado, lambi meus dedos e comecei a me masturbar na frente dele. Depois enfiei os dedos na sua boca e continuei a me masturbar. Me puxou e começou a me lamber e chupar desesperadamente. Eu explodia de tanta excitação. Até que me jogou na cama e ficou em cima de mim, me explorando com a língua e os dedos.
Quando eu estava quase gozando, me deu um tapa. - Quem é mesmo que manda aqui? E me virou de costas pra ele e me penetrou com força. Comecei a gritar. De tesão. De prazer. Logo ele gozou também.
Mas não estávamos satisfeitos. Fomos para a banheira e conversamos um pouco. Lembranças e mais lembranças do passado. Abracei ele e puxei ele todo molhado de volta para a cama. Lambi todo seu peito, sua barriga, e comecei a chupá-lo. Com fome. Com sede. Montei nele, bem devagar, até o fim. Não queria mais que saísse de dentro de mim.
E ele me agarrava com força, não queria me largar, deixou meus seios roxos... me possuiu de todas as formas, e várias vezes ainda naquela noite.
Depois dormimos. Exaustos. Felizes. Doloridos. Entregues.
(Este conto foi inspirado no blog Transgressões Femininas )
Sexo selvagem e mais sexo aqui!

4 comentários:

Cláudia Motta disse...

Querida

Conto quente e gostoso (risos) o tesão da espera pelo encontro cria mesmo todo o clima!

Beijos

Anônimo disse...

Genial

Mulher de 40 disse...

Era assim q eu imaginava... e foi bem parecido mesmo kkk veja em http://noauge4ponto0.blogspot.com/2009/09/amores-do-passado-parte-4.html

Keliane disse...

Muito legal!!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails