domingo, 17 de janeiro de 2010

Deixe de ser lanchinho

Recebi este email a alguns dias, respondi brevemente, e agora, relendo-o, vejo como as histórias se repetem. Tracei um paralelo com a minha história, tentando fazer as mulheres se conscientizarem de como se deixam fazer de palhaças pelos homens. Não há outro termo. Quando escrevi o post "Momento foda-se", a repercussão foi grande. Prossigo aqui meu movimento "Deixe de ser lanchinho" ou coisa que o valha. E isso vale também para mim, porque afinal mandei outra mensagem, burra insistente que sou... podem atirar pedras, mas estou tentando colocar um ponto final na história e agora vou até o fim, mas antes tenho que dizer o que penso! Email em itálico.
"Olá, Mulher de 40!! Como está? Descobri seu blog a pouco tempo e já gosto muito dele, meus parabéns! Preciso de uma grande ajuda sua. Quero fazer um homem ficar perdidamente louco por mim. Tenho 24 anos e, sem nenhuma modéstia, me considero uma mulher bonita. O homem que eu quero tem seus 40 e poucos anos, é casado, tem filhos e mora em outra cidade. É um cara extremamente inteligente, vive ocupado com trabalho. Ambos somos bastante envolvidos nos processos decisórios de uma instituição."
A gente adora dizer isso, porque parece que se eles não têm tempo para nós, é porque estão envolvidos com o trabalho... Nós mesmo arranjamos desculpas para eles, vejam como são sortudos!
"No ano retrasado, tivemos o nosso congresso nacional. Jantamos juntos, ele foi me levar até a porta do meu quarto e rolou o maior clima até nossa despedida. Mas como tenho um namorado que mora em outro país, não rolou nada então. Logo depois disso começamos a trocar emails diários. Começaram inocentes como ''oi, como foi sua viagem de volta'' e com 1 mês de emails chegaram a ''tou louco pra te ouvir gemendo no meu ouvido''. Pouco mais de 1 mês depois do congresso ele veio passar um final de semana comigo."
Tive um caso a 20 anos atrás e ele ficou vários anos me procurando, mesmo depois de ter se casado. E mandando mensagens. Como eu sou casada e na época estava feliz assim, não rolou nada. Mas no ano retrasado, resolvi procurá-lo, tipo quem procura um velho amigo. Nos encontramos - eu insatisfeita casada, ele feliz da vida separado - , quase ficamos juntos e começou a troca de mensagens nos mesmos moldes dos emails da minha amiga aí de cima, além de MSN etc...
"Depois da vinda dele, os emails e ligações diminuíram consideravelmente, mas ainda aconteciam umas 2, 3 vezes por semana. Ano passado estivemos juntos de novo. Continuamos mantendo contato. Tenho um carinho muito grande por ele e até o começo de dezembro eu sentia que conseguia separar a admiração e a amizade que temos das trepadinhas ocasionais. Mas, em dezembro ele veio para um encontro e nós transamos. O fim de semana em si foi muito bom, ficamos sozinhos muito tempo, conversamos bastante, foi ótimo, mas não falamos sobre a gente. Nunca senti a necessidade de discutir relacionamento, confesso que não gosto muito, acho super chato. Acho que foi aí que a admiração e o tesão meio que se misturaram e a minha cabeça ficou confusa. Quando ele foi embora eu sentia um vazio estranho, uma saudade ruim. Sabe como?"
Depois que ficamos juntos, ele parou com as mensagens no celular, MSN, web cam... a desculpa era de que "ao vivo é muito melhor". Claro, já conseguiu o que queria, então agora não vai mais perder seu tempo com bobagens sedução.
E é óbvio que nós, mulheres e tontas que somos, já começamos a nos envolver, mesmo tentando afirmar para nós mesmas que é só sexo. Mulherzinha se apaixona e se fode, pronto, falei!
"Bem, uns 4 dias depois disso eu mandei uma mensagem para o seu celular. Ele ligou no dia seguinte pedindo pra eu ter mais cuidado. Imagino algum problema com a mulher dele. Ele ligou numa boa, tranquilo. Mas eu fiquei super nervosa. A última coisa que eu quero é causar alguma coisa de ruim no casamento dele. Sério, eu quero ele doido comigo por puro ego, eu não quero que ele se separe de mulher, nunca. Mandei um email pra ele pedindo desculpas, pedindo pra ele me ligar novamente porque senti a necessidade de finalmente conversar direito sobre nós. Ele não ligou e retornou o email com um 'fica fria, tá tudo bem. Só falei pra tomar mais cuidado, mas tá tudo bem'."
Várias vezes entrei em contato e ele "nunca podia". Na verdade, só podia quando queria. Sempre mantendo uma distância regulamentar, como quem entra num elevador e não quer se encostar nas outras pessoas. E quando ficávamos juntos, fazia parecer uma louca paixão, mil elogios, reparando em tudo, me envolvendo com carinhos e olhares.
Acho que isso tudo são técnicas desenvolvidas em algum tipo de confraria de filhos da puta cafajestes.
"Depois disso resolvi dar uma afastada. Queria dar um tempo pra desencanar de vez e não gostei de ele não ter ligado. Ele também sumiu, até o dia 24 quando me ligou pra dar feliz natal. Como eu coloquei na cabeça que quero que ele fique louco por mim, tou fazendo o jogo de bancar a difícil e sumida. Não vou mandar mais emailzinho a toa como nós sempre nos mandamos, nem responder os que ele me manda. Vamos ver no que dá. Mas daí preciso da sua ajuda. O que mais eu posso fazer pra enlouquecer esse homem comigo?? Abraços! E muito obrigada!!!"
A mesma coisa que eu pensei em fazer... tsc tsc tsc... tentamos usar as armas deles para tentar envolvê-los. Eu até dei um passa-fora uma vez e enchi ele de lixo, mas bastou uma hora e meia de MSN (aí ele quis MSN de novo!) para eu mudar de ideia. Continuo tentando não responder às mensagens dele, ou não mandar mais convites, mas não estou conseguindo porque sou fraca, covarde e não sei dar valor ao meu marido que me ama. Atualmente, tento descobrir se suas desculpas são mentiras ou não. Sempre deixou claro que não quer compromisso e quer andar com outras mulheres. Mas sempre reafirmando que com a tonta aqui comigo é melhor.
Bem, como o sexo com ele é maravilhoso, acho que ainda vou aproveitar mais um pouco (além de burra, insistente!), e talvez na próxima vez consiga dizer na cara dele que saí da geladeira dele e não serei mais seu lanchinho. Ou talvez ainda jogue um casamento fora por acreditar que algum dia encontrarei alguém que seja um tarado sexual e um bom marido ao mesmo tempo. Isso existe?
Por último, a resposta que enviei à minha querida leitora...
Olha, a tua situação é bem típica. É para ele apenas um caso. Infelizmente para os homens as coisas são simples assim e para nós não. Estou falando e não faço (rsrsrs] porque comigo também está acontecendo algo parecido.
A gente se ilude que eles vão mudar de vida por causa de umas boas trepadas noites de amor. Infelizmente não é assim.
Mas se você ainda quiser tentar, acho que está no caminho certo, porque pegar no pé é a maneira mais fácil de perdê-lo.
Beijos e mantenha-se em contato!!
Estarei às suas ordens...
AGORA É A SUA VEZ... COMENTE!!!

25 comentários:

Semiramis disse...

Um texto bem provocativo, que faz a gente pensar em como entramos em "canoas" furadas com facilidade. Nosso foco é o AMOR fundamentalmente e por isso as vezes confundimos e nos deixamos confundir ja os homens tem como foco a LUXURIA somente e en nome dela fazem de um tudo. Caminho dificil e duro mas quando se tem auto critica a coisa tende a melhorar. Independente do desfecho das historias a gente SEMPRE sai mais fortalecida.

Victor disse...

"...creditar que algum dia encontrarei alguém que seja um tarado sexual e um bom marido ao mesmo tempo."
Esse é o ponto, atenção, carinho, amor, admiração, porem... a "pegada", isso é fogo, a questão nesse ponto é, qual a receita para manter o fogo, o desejo de possuir o amado ou amada.
Admiração, vejo como uma coisa que cresce, mas para tal é preciso ser sempre interessante, estar sempre melhorando, inovando em tudo, nos pensamentos, na cama, no trabalho, em fim sempre. (Isso para os nós todos, claro)
Porem, não estamos SEMPRE bem, SEMPRE prontos para melhorar, para inovar, nesse momento, é que devemos usar o amor, acho que o amor, é um "remédio", quando todos os outros sentimentos falham, você o utiliza para ver além daquele momento “ruim” da pessoa amada e ai que você valoriza quem você tem ao lado. Imagino que se mal administrado ele acaba e é raro quando acaba para os dois lados juntos :P
E claro que amor só pode ajudar o casamento enquanto ele ainda existir ou se realmente existiu algum dia :P
Por isso, penso assim, o lanchinho é o comodismo para ambos, talvez a maioria das mulheres se iluda, então isso vejo mais como uma escolha, difícil, mas escolha. Uma observação aqui, em alguns textos mais antigos seu, você citou que o homem cai nessa também, de lanchinho, é raro, mas o “chá de xana” (acho que foi esse o nome) :D Fisga!
O Canalha existe, mas a existência de muitos é graças às “tontas”.

Anônimo disse...

Desculpe, mas mulher solteira q se ilude com homem casado é simplesmente uma Incompetente, um homem q tem uma rotina e compromisso com a família, facilmente vai se envolver e ficar louco por uma aventura, quero ver é ter competência pra fisgar um solteiro e aí sim fazê-lo ficar louco por sexo e fantasias só com vcs .... prontofalei

Elete disse...

Ô raça!!!!!!! kkkkkkkkkkk

Tahh Frechh disse...

'Mulherzinha se apaixona e se fode...' Esta afirmação é uma verdade simples, nua e crua... É fácil criticar quando não somos o protagonista da história. Mas não é nada facil se mancar da babaquice e pular fora. Nós mulheres, temos a necessidade de nos enganarmos de acreditarmos nas desculpas que inventamos para não encarar a realidade.

Anônimo disse...

Adorei o seu Post... muito interessante para ser avaliado e ao mesmo tempo, confirmando pontos já conhecidos por nós (espero que uma minoria ) mulheres, que ainda não "aprendemos" com as lições...rs Eu ainda me encontro dentro da minoria...rs. Bjos !!!

Mulher de 40 disse...

Semiramis,
a gente sempre aprende, mesmo que acabe cometendo os mesmos erros de novo rsrsr (no meu caso)

Victor e Anônimo,
Fisgar um cara na cama é fácil, difícil é fazer ele ver que se somos boas na cama é pq tem algo a mais no meio da coisa... a entrega só é total quando há sentimentos...

Elete, Tahh Frechh e Anônimo,
E continuamos a acreditar... tb estou na minoria... infelizmente.

Mape disse...

Acho que o segredo é passar da fase do lanchinho, mostrar algo que que faça deixar de ser superfluo e passa a ser indispensável (isso vale para ambos os sexos). Pq mostrar somente sexo, ou somente inteligencia? Pq não mostrar sexo, inteligencia, sagacidade, ou seja exibir o pacote completo para que o produto seja comprado? Esquecer as cobranças e "pitis" que somente afastam o outro. Acho que o caminho é por aí.

Mulherzinhas disse...

ótimo texto...Bjinhos

Solange disse...

Acho que em certas fases da vida,se soubermos levar na boa essa de "lanchinho",não tem problema.Desde que vc não creia que o lanche possa virar prato principal.
Na verdade,é uma questão do que se está procurando.Embora minha situação não permita,hoje não busco um grande e eterno amor...

marina moreira disse...

ODEIO isso!É exatamente o que acontece comigo ¬¬
morrerei... certeza!
xD

Nana disse...

Eu penso o seguinte: se o cara não está tão afim, NADA vai fazer ele ficar louco por você, principalmente se ele já teve oq queria. ;)

Se ele não tá tão interessado, é pq falta algo, então não adianta insistir. ;)

sergio disse...

Hm... respondendo sua pergunta.. sim, existem! eu sou um tarado sexual e um excelente marido! #prontofalei

Nanda Botelho disse...

Oi linda, só um comentário...

Não é só homem que faz assim, eu atendo uma mulher homossexual que vive este mesmo problema com outra mulher...

É a mesma coisa! Só que são três mulheres envolvidas!

Tenho impressão que isso é mais um problema humanos que de gênero. Apenas se convencionou que homem faz mais isso! E eles terminam fazendo mesmo!

Bjão!

Bianca disse...

Acho que toda mulher deveria passar por isso pelo menos uma vez.
É chato? É uma MERDA (me desculpe a palavra). Mas só assim a gente aprende que desses aí existe um moooooooonte la fora.
Veja bem, que não me interpretem errado os homens, não estou generalizando, mas acredito MESMO que todo homem vai se comportar assim com pelo menos uma mulher na vida.
É bom que a gente aprende. E trepar de vez em quando sem amor é bom também, só precisa ter claro que tem prazo de validade.
Minha situação foi bastante parecida, eu camelei um pouco por atenção. Não me arrependo, apesar de algumas coisas eu poderia ter feito diferente, acredito que aprendi muito.
E sinceramente? O ego ainda infla quando depois de 2 anos ele ainda me liga...

Papo de Mulher disse...

Acredito que se ela fosse casada com o amante e o marido passasse para esse papel ela se queixaria que o marido (atual amante) não é tarado com ela gostaria.

Não estou dizendo que ela é o problema, mas que ela não sabe interpretar o que acontece. O amante lhe parece um tarado, pois não a tem com frequencia. E é claro que com o amante ela também age diferente, o que estimula a sensação de que com ele é mais quente.

Eu não sinto por ela, mas pelo marido que tem uma mulher que literalmente perde tempo e o trai. Quanta energia se perde em tentar descobrir se o amante mente ou não quando já se sabe que ele não quer um relacionamento fixo com ela, o que ela já tem e não dá valor.

Além de tolinha ela é louca se não usa camisinha. Conheço 2 que contraíram a doença. A 1a tinha um marido infiel que obviamente não usava preservativo. A 2a resolveu trair o marido que era infiel há anos e contraiu do amante, que tinha várias mulheres. A 2a já morreu. Acorda gente!

Babi Liana disse...

Aprendi toda essa merda com o primeiro carinha que me relacionei, e peço a Deus pra não vacilar denovo, por que é uma merda mesmo.
Eu devia ter me vacinado antes, e fiz as coisa as cegas achando que comigo era diferente. Não foi... a questão é... como levar a vida denovo? .-.

Paula Dultra - A criadora! disse...

Primeiro parabéns pelo post.
Amei tanto que devo postar minha opinião completa lá no blog.

Gente! Como isso é comum!! Eu tb tenho histórias de lanchinho - isso mesmo, mais de uma! - e a grande maneira foi decidir o que eu queria e me impor.
Acho q o unico jeito de acabar com isso é terminar e resistir pq eles NUNCA vão mudar.

Vc tem q decidir: Se seu estilo é ser bem resolvida, sem se envolver, vá em frente. Agora, se não é, nem pense em arrumar historias assim. não te faz bem.

bj

Andrezza disse...

Concordo com você quando diz que "... Mulherzinha se apaixona e se fode..."
Não é uma regra, e falo por mim. Mas quando acontece, te tira o chão debaixo dos pés e você fica com essa sensação de que está suspensa no ar (mesmo já sabendo a resposta para as perguntas a seguir...), sem saber o que o cara quer, se ele te quer, quando quer... E o pior, inventando desculpas para continuar na "... geladeira dele...", e achando que somos um puta banquete, quando somos apenas o lanchinho...

Anderson disse...

"A gente se ilude que eles vão mudar de vida por causa de umas boas trepadas noites de amor. Infelizmente não é assim."

Disse tudo. Mulheres se iludem.
Adoro um lanchinho! =P

Anônimo disse...

Muito bom o post! Estou exatamente na mesma situação e ontem inclusive estava conversando com minha prima sobre isso. To naquela fase: (burra e insistente) Putz! como pode né? Eu me julgando a fodona: não é so umas fodinhas ali e pronto e to nessa há uns 06 meses... aff
Vamos ver ate onde vai!
Mas parabens, adorei
Beijos

Anônimo disse...

caramba eu vivo exatamente a mesma coisa..sou casada e tenhu um caso de amizade com um fdp já ha 3 anos..ele vive em outro estado tem namorada e é a mesma coisa..sempre ocupado..diz ser timido..q é um homem diferente dos outros...hahaha..no começo me ligava se derretia por mim...agora nem lembra do meu aniversario..mas a burra aki sempre babando o ovo dele..e pior..sei de tudo q se passa na vida dele..ele é homem diferente naum é igual..q piada..descobri q ele anda com uma menina de 18 anos..e tah todo apaixonado..li isso no e-mail dele..ja q tenho a senha..e eu toda magoadinha com isso tudo..somos uma bobas mesmo...

Anônimo disse...

Por isso que hj em dia eu so quero usar essa raça ordinaria. Me divirto e caio fora.

Kakau disse...

´´ A gente se ilude que eles vão mudar de vida por causa de umas boas trepadas noites de amor. Infelizmente não é assim.´´
Talvez ja faça parte de nossa ´´ genetica´´ acabarmos por nos envolver com homens - canalhas - e acreditarmos que possamos vir a muda-los, nos dedicamos, corremos mesmo atrás, e ate fazemos das tripas coração esperando que isso aconteça... Grande burrice a nossa !
Tentar nos adaptar a sua maneira de agir, seria uma boa opçao, mas é dificil quando se ´´apaixona´´, coisa que sem querer querendo acaba acontecendo.
Uma outra boa opção seria, se quer se envolver com homens deste garbo,e evitando assim qualquer relaçao.
Não nos envolvendo, não nos apaixonamos, nao sofremos e nao nos fudemos ! HAHA '

PS: 17 ANOS DE IDADE E ALGUNS DE EXPERIENCIA
^^

Triste disse...

Ouvir de um homem que você e lancinho e quando ele quis e vou, e difícil e principalmente quando já estamos aoaixonada.Não quero isso para minha vida quero apenas ser feliz com um homem que mim ama de verdade. Não quero ser lancinho de ninguém

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails