terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Férias na praia!

Minhas férias esse ano trouxeram desafios. Sair viajar, com minha filha, dirigindo meu carro por mais de 150 km foi no mínimo diferente. Me obriguei a tomar decisões sozinha, escolher caminhos em entroncamentos complicados, seguir placas e pedir auxílio ao Mr. Google Maps. Conhecer uma nova cidade, sem pedir muitas informações - acho isso perigoso - e também voltar a pegar jacaré no mar, tudo isso parecem desafios para mim, riam se quiserem. Quem mora a 600 km do mar, em uma cidadezinha com 3 semáforos, sabe do que estou falando.
Depois de muitos anos sem ir à praia, eu estava medrosa. As praias no Rio Grande do Sul são de água fria e mar traiçoeiro. Quando entrei no mar no primeiro dia, me senti alegre e feliz como uma criança, ria sozinha. Cada onda que batia no meu corpo era um choque de energia. Voltei a ser criança, ou adolescente... E aos poucos fui perdendo o medo e voltei a nadar no mar como fazia quando tinha 16 anos.
Comecei me cuidando do sol, pois sou muito branquinha. Mas ontem tomei um queimaço de propósito! Nada como me deitar ao sol e sentir a brisa do mar! A água ontem estava clarinha e mansa como raramente vemos no sul. Ficamos das 10 às 19 horas na praia com um pequeno intervalo para almoço e passeios.
Toda vez que vou para a praia sou tomada por aquela dúvida conhecida: Por que não vou viver na praia e vender côco? Tem gente que mora em cidade de praia e fica semanas sem tomar banho de mar. Acho que eu não seria assim. Adoro água! Estou pensando em pedir um emprego aqui nessa pousada... rsrs
A praia é o espaço mais democrático que existe. Gordos, magros (em menor quantidade rsrs), ricos, pobres, todo mundo tem o mesmo direito de se meter no mar e fazer o que quiser. Todo mundo mostra o corpo, seja ele feio ou bonito, e ninguém se importa com ninguém. Tirando as crianças, todo mundo é tatuado, então aqui eu parei de ser o ET de Varginha, como sou considerada pela maioria das pessoas de minha cidade parada no tempo.
Acima de tudo, o que quero registrar é que sair da rotina é o que nos faz sentir vivos realmente. O dia a dia faz com que nos acostumemos a mesquinharias, e com que vivamos de migalhas. O casal que fez a volta ao mundo em um carro escreveu o seguinte...
"Você sempre vai querer planejar melhor,
Nunca haverá dinheiro suficiente,
E o momento ideal não existe.
Portanto, encontre a coragem,
Tome uma decisão,
Prepare o quanto puder e
Vá adaptando o resto pelo caminho.
Será a melhor época de sua vida.
Boa sorte com suas aventuras e siga seus sonhos..."
Melhor que qualquer livrinho de auto ajuda... pense nisso!
Beijos!

5 comentários:

laylasan disse...

muito legal sua linda!
desafios fazem a gente se superar, superar o medo do novo... mas vale à pena. só é preciso dar o primeiro passo.

férias são ótimas para conhecer lugares desconhecidos e fazer novas amizades.

e praia é tudo de bom!!!

beijocas!

Afrodite disse...

Aproveite suas férias...são merecidas!
E sobre a praia...não conheço terapia melhor!
Beijo!

polly disse...

Faço das suas palavras, as minhas, sair da rotina faz a gente se sentir vivo, vivo demais!

Primeira vez que comento, mas leio o blog com frequencia!

Adorei a mensagem final, do casal que fez a volta ao mundo..

E é bem como eles falaram! Encontrar coragem e ir em busca!

Beijao! E boas férias!

Anônimo disse...

Rsssssssss,eu entendo vc ,tbm sou gaúcha e na minha cidade tem uma só "sinaleira"...rssss,boas férias

Denise Clemente disse...

Água fria ou quente, amiga, todas são ótimas. É banho de sal grosso, é voltar renovada, pronta pra outra! Bjo.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails